Rss Feed Tweeter button Facebook button Linkedin button
04/12/2020
|

Estoques de imóveis na região central de SP estão abaixo da média da cidade

Posted by Fred Rangel
Comment
28
ago

Agosto/2013 – InfoMoney

O estoque na região está em 9%, enquanto a média de São Paulo fica em 16%.
SÃO PAULO – Em processo de revitalização, a região central da cidade de São Paulo apresentou uma queda de estoque de imóveis em relação à média da cidade. O estoque na região ficou em 9%, enquanto a média de São Paulo está em 16%.
Nos últimos três anos, o Centro recebeu 500 novos imóveis e o VGV (Valor Geral de Vendas) chegou a quase R$ 4 bilhões, segundo pesquisa realizada pela Inteligência de Mercado da Lopes, empresa de intermediação e consultoria de lançamentos imobiliários.
Ainda de acordo com o estudo, o aumento do interesse pela região faz com que os lançamentos sejam rapidamente vendidos.
Dentro dessa região, algumas zonas se destacam na mudança de patamar e no desejo dos compradores. Bela Vista, Baixo Augusta, Praça Roosevelt, Rua Paim continuam entre eles. Brás e Liberdade são os mais novos focos dos compradores.
Preferências
Do total lançado, 84% possuem até 69 metros quadrados de área privativa e 9% de 70 a 89 metros quadrados, informou a Lopes. Com relação à procura, o volume de apartamentos vendidos por número de dormitórios demonstra que aqueles com um ou dois dormitórios dominam a região. Apartamentos de três dormitórios e quatro aparecem em seguida.
“A região se consolida como foco de empreendimentos menores, com um ou dois dormitórios no máximo, mas com projetos diferenciados, inteligentes e atrativos. Produtos, como o Augusta Hype Living, da Arquiplan, ou o London SP, da Even, têm fachadas criativas, agregando e interagindo com a vida urbana próxima e são sucessos de venda”, afirmou o Superintendente de Inteligência de Mercado, Caio Augusto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *