Rss Feed Tweeter button Facebook button Linkedin button
23/08/2019
|

Entrevista a Radio ESTADÃO sobre o novo PDE – Plano Diretor Estratégico da Cidade de São Paulo

Posted by Fred Rangel
Comment
25
abr

Ontem, pela manhã (24/04) demos uma entrevista ao vivo na Radio Estadão, no programa Metrópole, sobre algumas questões da proposta do Substitutivo do PDE, aprovado pela Comissão de Legislação Urbana da Camara Municipal ontem. Comentamos sobre a incoerência entre o discurso e conceitos do Plano e a aplicação prática do texto, anulando os seus pontos positivos.

De que não há forma melhor de se atender a demanda de moradias populares do que barateando-as ao máximo. E tanto melhor se estiverem próximas aos locais de trabalho redizindo os problemas de imobilidade da cidade.

Com relação às chamadas áreas de “remansos” (bairros não incluídos nas pequenas faixas de terrenos das zonas dos eixos estruturadores de transporte), comentamos mais especificamente sobre o desentendimento popular e da própria mídia com relação aos gabaritos máximos de 8 pavimentos, sobre a confusão entre a definição de densidade populacional e verticalização, sobre a solução elitista nos bairros, afastando ainda mais a moradia para regiões periféricas de terrenos mais baratos, caminho lógico da lei da oferta e procura e do poder de compra da população. E sobre as audiências públicas, onde grupos específicos e minoritários mais articulados, com interesses bastante específicos, acabam influenciando demais o processo político, desvirtuando os conceitos corretos iniciais adotados na proposta do novo PDE.

E finalmente da mesma forma, sobre as áreas de proteção dos mananciais, que não recebem uma legislação adequada, de incentivo a uma urbanização de qualidade, e acabam recebendo uma ocupação ilegal, desordenada, fruto de invasões, regiões onde a capenga legislação existente impede a intervenção do próprio Poder Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *